Conteúdo é relacionamento e relevância

crachá content summit (2)

A Chilli360 esteve representada por nossa planner digital, Marcia Ceschini, neste último sábado no evento Content Summit, realizado pela Media Education no Teatro da Cásper Líbero.

Na pauta, os painéis e palestras debateram sobre conteúdo e suas vertentes: branded content, como desenvolver voz e sustentar diálogos nas redes, formatos e criatividade na estratégia, sac como conteúdo, conteúdo e seo, organizando conteúdo para a audiência, produção de conteúdo como business, kpis invisíveis, rp digital e o futuro do conteúdo… este último bem questionador dos formatos atuais.

Como o tempo para perguntas era pequeno, as interações sobre os painéis e apresentações aconteciam via Twitter. A internet fornecida no auditório permitiu que os presentes fizessem uma colaboração a parte no evento.

Ficou claro que o conteúdo deve ser bem planejado e priorizado dentro das estratégias digitais, assim como o produtor de conteúdo deve ter uma boa bagagem cultural não só em comunicação, propaganda e marketing, mas também em antropologia, psicologia do consumidor, além de conhecer e utilizar as redes sociais, possuir bons relacionamentos e saber usar as fontes de maneira profissional.

Confira alguns dos insights e compartilhamentos que os participantes fizeram no Twitter usando a hashtag #cs2103:

  • “Jornalista, reinvente-se, porque este mundo que você conhece está ruindo…” Adriano Silva
  • A melhor coisa é contratar gente mais inteligente que você. Assim você aprende e ainda trabalha menos
  •  Experiência é o melhor conteúdo que se pode produzir
  •  O novo produtor de conteúdo vai ter que entregar a solidez e seriedade do jornalismo com o flerte e a simpatia da publicidade
  •  O Futuro da Comunicação é cada vez mais claro: convergência de conteúdos, interdisciplinaridade e MUITO relacionamento
  •  Hoje consumimos informação de forma muito diferente. A crise do jornalismo é uma crise gerencial
  • O futuro produtor de conteúdo não pode ter amarras de formatos e mídia.
  • O “jornalistão” está outdated, o redator clássico não influência mais, as pessoas querem conversas.
  • A academia vai ter que formar PRODUTORES DE CONTEÚDO e não “jornalistas”, “publicitários” ou “relações públicas”
  • Na internet, como na vida, 99% dos Haters são Lovers não correspondidos
  • Detalhe que marca quando o Google+ superará o FB em shares!
  • Infográfico: Correlação das Buscas http://goo.gl/Cr0N
  • A experiência do conteúdo e de PR também tem que funcionar na da porta para dentro da empresa
  • Slides da palestra “O conteúdo é o novo SEO”: http://t.co/ZYgqzbPD4o
  • Como funciona a busca no Google (vídeo): http://cspr.me/1bxEMza
  • SEO comprova o óbvio: temos hábitos de consumo completamente previsíveis. Isso é uma mão na roda pra produção de conteúdo
  • Uma dica boa de conteúdo pra conteudistas : o site da Contently, The content strategist http://contently.com/strategist
  • Mídia faz o canal chegar nas pessoas, mas é o conteúdo que as segura lá e permite que o canal “faça sentido”
  • A divisão jornalista / publicitário / RP precisa mudar para acompanhar a mudança do modelo de negócios
  • Posts que dão mais certo no Facebook são até 90 caracteres
  • Nem todo conteúdo foi feito pra PP, e nem pra RP. É importante saber pontuar cada moment
  • “Eu não acredito em geração x, y… eu acredito em pessoas.” Liliane Ferrari
  •  Gentileza, relacionamento e conteúdo relevante…  Um tripé essencial
  • Conclusão: RP = conteúdo diferenciado / PP = divulgação inovadora.
  • Quem trabalha com nicho não pode visar quantidade
  •  A gente tem que pensar como vai ajudar a vida das pessoas na hora de fazer relacionamento com blogueiro
  • Pesquisar os gostos de um blogueiro e dar liberdade criativa, são, possivelmente, a chave para qualquer ação bem sucedida com influenciadores
  • Nada de copia e cola, um bom conteúdo precisa de escolhas e liberdade para publieditorial
  • A eterna diferença entre popularidade, relevância e influência. Boas agências ensinam isso aos seus clientes
  •  Ao produzir conteúdo, seja sua própria voz, construa sua história com originalidade e atitude.
  • Alcance, engajamento e até ROI podem sim ser medidos, mas fazem parte de uma conquista diária, não é do dia para a noite
  •  Audiência é a soma desses 3 fatores: forma+ conteúdo + processo
  • “O digital vai cada vez mais longe da propaganda por realmente fazer sentido para a vida das pessoas”  Pedro Gravena
  • “Fazer o facebook trabalhar por você é usar a rede de pessoas e não os formatos”
  • O que vale é a relevância e qualidade do engajamento e não o volume disso.

A outra parte bem interessante desses eventos é o network e a possibilidade de desvirtualizar avatares; os contatos saem do digital para o real, como é o caso do primeiro encontro da Marcia Ceschini com Rodrigo Sampaio, Diretor da agência Dracco Publicidade e o reencontro dela com a jornalista e consultora Liliane Ferrari.

 liliane ferrari e marcia (2)marcia e rodrigo da dracco

SMSP aporta em Araraquara pelo segundo ano consecutivo

smsp araraquara_2013

Araraquara recebe, neste sábado, dia 29 de junho, a edição 2013 do Social Media São Paulo. Este ano, o evento ocorre no INPG, localizado no Jardim Brasília, das 8 às 17 horas, com intervalo para almoço, e promete muitas novidades e informações sobre as famosas mídias sociais.

Nesta edição, o SMSP terá palestras e atividades com Thais Godinho, Fernanda Silvestre, Luciana Stabile, Armindo Ferreira, Vanessa Polli, Samuel Gatti Robles, Temo Mori e Marcia Ceschini, planner digital da agência Chilli360.

Para participar do SMSP – Araraquara 2013, os interessados devem se inscrever gratuitamente e ver mais informações pelo site www.smsp.com.br (vagas limitadas). Os temas do evento este ano focam nos novos desafios da comunicação mobile, compra de mídia digital e empreendedorismo.

 Araraquara é a segunda cidade do estado a receber o SMSP nesta temporada, já que Ribeirão Preto sediou o encontro no mês de maio. Campinas, São José do Rio Preto e São José dos Campos também receberão o evento posteriormente.

 Então, fique atento e não deixe de participar. A oportunidade é única!

A imagem move o mundo

video no instagram

Já faz algum tempo que a imagem move o mundo. Somos atraídos e convencidos por ela a comprar uma roupa, a consumir uma bebida, nos emocionar e mais do que nunca, nesses tempos de redes sociais, nos comunicar.

Vários são os estudos que mostram que o alcance com postagens de imagem e texto são sempre maiores, que somente um texto. Os vídeos também têm aumentado seu poder de penetração e compartilhamento nas redes.

Recentemente, foi lançado o Vine (pronuncia-se “vaine”. No Brasil abrasileirou-se “vine”). O aplicativo comprado pelo Twitter, antes era disponível só para IOS, mas já está disponível para Android. Criando uma conta vinculada ao seu Twitter, você pode direcionar a câmera do seu aparelho para o que você deseja gravar, toque e segure em qualquer lugar da tela. Uma barra verde na parte superior indica quanto tempo você ainda tem disponível. Você pode parar de filmar e recomeçar de onde parou, basta soltar o dedo e depois pressioná-lo novamente. O vídeo dura 6 segundos. Veja nesse post do Adnews, 11 maneiras de usar sua criatividade no Vine.

Indo na linha do Vine, o  Instagram lançou dia 20 a opção de gravar vídeos, permitidos somente para tablets e celulares iPhone  e Android 4.1. Fácil de usar, basta manter a tecla Rec segurada e direcionar para onde deseja filmar.  São filmes de 15 segundos, com 13 opções de filtros (diferentes dos oferecidos para fotos) e com edição simples, para deletar cenas, basta escolher a seta à esquerda. Para finalizar você pode escolher a imagem de capa.

Ambos podem ser compartilhados nas redes sociais: Twitter, Facebook, Tumblr ou por email, e permitem seguir perfis com contas nas redes sociais.

Agora é usar nossa criatividade e mãos à obra!

Tagboard, ferramenta para monitorar hastag

print_tagboard

Primeiro foi o Twitter, depois o Facebook e a mania de usar hashtag para dar ênfase em um determinado assunto não para de crescer.

O monitoramento de hashtag (#) era possível, porém, um pouco limitado nas ferramentas de buscas. Mas agora, acabou de  ganhar um aliado de peso, o Tagboard.

Essa ferramenta permite que se busque por hashtags no Instagram, Twitter, Facebook, Alpha, Vine e Google Plus. A ferramenta traz todas as menções que foram feitas na # buscada. Esse da foto é um exemplo. Buscamos por #protestosp e como resultado trouxe todos os arquivos e imagens de pessoas que usaram para marcar suas publicações.

Você pode simplesmente buscar a hashtag que deseja ou criar a sua conta, linkando com seu twitter ou perfil no Facebook. O único porém para essa ferramenta é que, ainda, não há a tão querida estatísticas, que nós, profissionais de social media gostamos tanto. Com certeza devem implantar em breve.

Mas vamos combinar que é uma mão na roda para nosso monitoramento, não?

Post publicado originalmente por Marcia Ceschini no blog  Ceschini Digital

Quinta Cultural: guitarrista Cléber Shimu participa de evento na Chilli360

Projeto da Chilli360 que promove o encontro de seus funcionários com profissionais ligados à cultura, a Quinta Cultural recebeu neste dia 13 de junho o guitarrista Cléber Shimu. Conceituado e com grande experiência, o músico conversou com a equipe da agência por mais de uma hora e falou sobre seus trabalhos, carreira, mercado e curiosidades.

No bate-papo, Shimu abordou primeiramente seu processo criativo e a produção de jingles, relacionando o último assunto com o mundo publicitário. Inspirado pelo guitarrista Slash (ex-Guns n’ Roses) e amigo de Kiko Loureiro (Angra), o músico também contou detalhes do mercado fonográfico nacional e internacional. Até futebol entrou em pauta.

Com um CD solo lançado em 2008, o guitarrista se prepara agora para divulgar seu novo álbum. Diferente do primeiro, que é baseado no rock instrumental, este novo trabalho traz o músico mostrando toda sua versatilidade. Para conhecer mais, acesse o site www.shimu.com.br e entre em contato.Shimu

Jornalista Felipe Turioni participa da Quinta Cultural

turioniok

A Quinta Cultural da Chilli360 recebeu nesta semana o jornalista Felipe Turioni, repórter do G1 São Carlos/Araraquara e colaborador da revista Galileu. Sempre atento às novidades do mundo da informação, o convidado falou sobre seu trabalho, a profissão em geral, reportagens de destaque e também sobre seu livro, lançado no final do ano passado.

Os assuntos abordados pelo jornalista prenderam a atenção da equipe da agência, geraram várias perguntas e também debates sobre o mercado da comunicação. Felipe ainda mostrou exemplos de reportagens suas e uma cópia do livro “Máquina Estranha que Consumia Água e Carvão e Cuspia Fumaça – Contribuições para a História da Ferrovia em Araraquara“, escrito por ele em parceria com o jornalista Chico de Assis.

Esgotada, a obra pode ser publicada por uma grande editora em breve. “Estamos negociando ainda, não há nada definido, mas a meta é lançá-lo por esta editora mesmo”, revelou Felipe. Ao final, o jornalista agradeceu o convite para participar da Quinta Cultural e recebeu os aplausos do time Chilli360.

Planner da Chilli360 participa do Social Media Summit 2013

foto_sms

Representada pela planner digital Marcia Ceschini, a Chilli360 esteve presente no Social Media Summit 2013, evento organizado pela Media Education e que ocorreu no último sábado, dia 20 de abril, no auditório da ESPM, em São Paulo. Focado na troca de experiências entre profissionais da área, o encontro abordou todas as etapas da entrega de um projeto de mídia social.

Com palestrantes de grandes agências da área e apresentações de cases “parrudos”, o Social Media Summit trouxe detalhes importantes para um desenvolvimento de planejamento estratégico. Todos os principais tópicos do assunto foram colocados em pauta, desde o envolvimento do cliente até os relatórios. Organizado, o evento satisfez os participantes.

Entre as explanações que se destacaram, podemos citar a de Rapha Barreto, da Giovani+Draftcb, que falou sobre a inexistente (mas que gera bastantes dúvidas) concorrência do online com o offline Laura Kroeff, da W3HAUS, que fez os convidados discutirem planejamento x criação assim como o advogado Rafael Pellon e sua explicação de como a social media tem feito errado a parte de promoções e concursos, incluindo o famoso “concurso cultural”.  Pellon deixou claro que advogados devem estar sempre presentes nos eventos desse tipo e que a complexidade por trás da legislação nos traz a mensagem de que idéias mais simples e transparentes valem mais do que ações complexas e geram melhores resultados. O mediador do debate foi Fernando Diniz, Head de Planejamento da F.Biz .

A palestra final foi com Roberto Martini, CEO da Flag (corporação tipo Umbrella Corporation que inclui a CuboCC, Pong Dynasty, Iceland 2nd Nation) . Uma palestra que misturou as realidades de Matrix e Minority Report, para mostrar como serão as produções em um futuro não tão distante (segundo o palestrante), em que a robótica se junta com o marketing digital.

Segundo a planner da agência, além de trocar informações novas sobre o digital, o Social Media Summit cria um network muito interessante. “Lá tivemos contato com profissionais de grandes agências e empresas do segmento, sendo que um ponto foi acordado entre todos: problemas com grandes números e a falta de visão do cliente são comuns em toda agência, independente do tamanho”, comentou.

Sempre representada por Marcia, a Chilli360 continuará participando deste tipo de evento e agregando experiência ao departamento de social media. Como as trocas de experiências só favorecem a área, cada vez mais veremos encontros do tipo.