Dia dos namorados, mas a farra é dos solteiros

Hoje comemora-se o Dia dos Namorados. Várias campanhas e ações para lembrar os casais de presentearem-se com roupas, perfumes, jóias, gadgets e etc. Mas ao darmos uma olhada nas redes sociais, além da reclamação de muitas pessoas que estão #forever alone nesse dia, o que espanta é uma série de aplicativos para os solteiros.


Sim, você entendeu direito, para os solteiros. O que mais chamou atenção e tem sido compartilhado é o aplicativo para IOS do Guaraná Antarctica que ajuda a não ligar para a ex namorada. O aplicativo se chama “Ex Lover Blocker” , basta que você baixe no iTunes Store. e escolhas os amigos que entrarão no circuito para não permitir sua “bobeada”.

Veja o vídeo sobre o aplicativo:

Outro aplicativo para solteiros, é do Flores Online. Você entra na fan page e é direcionado para escolher algumas amigas solteiras e mandar um kit. É como uma cantada virtual com flores. Se der certo, bom para você.  Veja imagem:


Outra marca que dá uma ajuda ao solteiro é o Chocolate M&M´s. Através de um infográfico, ele sugere alternativas para quem está só:

Mas as grandes marcas também investem no clima de romance. Veja por exemplo a ação da Smirnoff. O apaixonado ou apaixonada ganha um single da Madonna. Basta adicionar o código da embalagem na aba da promoção:


E tem também essa imagem da Coca Cola que está circulando pelas timelines:


Fica o nosso recado. Amor e boa comunicação andam lado a lado. Não se esqueça.

Qualquer que seja sua situação, solteiro, enrolado, namorando, noivando, casado… nós da Chilli360 desejamos muito amor e muita comunicação. Feliz dia dos enamorados!

Anúncios

Participação em eventos em São Paulo

Temos participado de alguns eventos de comunicação digital em São Paulo. Afinal, reciclar é importante. Estivemos no último sábado no evento Compartilhando o Facebook 2011. A proposta era conversar e discutir os rumos do Facebook no Brasil. E uma semana antes, Mark Zuckberg lançou o que será o novo Facebook. Correria para adequar a programação.

As palestras foram interessantes, mas não trouxe nada de diferente do que temos vistos em outras palestras ou acompanhado em discussões nos grupos Social Media Interior e Social Media Brasil.  Tivemos dentre os palestrantes:

Se fosse resumir as dicas das palestras usaria as mesmas palavras do Rafael Brito do blog Goomark:

  • Criar uma página no Facebook não é um objetivo é uma tática
  • Ter um milhão de fãs não é um objetivo é uma meta
  • Aumentar o número de fãs no Facebook não é um objetivo é um KPI

O resumo da ópera para nós do interior é: vá aos eventos, faça um bom network, mas adeque o que escutou para nossa realidade em social media, que ainda engatinha.

Claro que faz parte de nossos planos ter um case que bombe nas redes, mas para isso não basta só ideias inovadoras. Nosso cliente deve ter um produto que possibilite impactar, tope ousar com nosso planejamento e queira investir. As redes sociais são de graça, o que custa é nossa inteligência digital.

Lembrando que nem todo cliente quer bombar. Para muitos, curadoria de conteúdo e criação e manutenção de relacionamento com seu consumidor e o reflexo como consequência na venda é o ideal.

Isso só mostra que cada cliente é realmente um caso a parte. E para complementar, mesmo nos grandes cases, há o uso de mídias offline como apoio e meio de divulgação e complementação da ação, mas o principal da ação é o usuário se engajar com essa ação, sem o usuário, uma boa ideia é só uma boa ideia.