Comunicação e marketing de experiência: ação com blogueiros

Muito além do publieditorial, que o blogueiro é pago para escrever um post pago e as vezes só isso, algumas marcas tem feito um trabalho interessante com blogs. Elas entenderam que muitos possuem audiência qualificada e trabalham como evangelizadores das marcas que acreditam. Então por que não engajá-las em ações digitais?

Esse é o caso de duas ações interessantes com blogueiras mães. O universo e perfil delas variam muito desde donas de casa à profissionais de comunicação.  A primeira ação é O segredo é o carinho, que tem divulgação nas mídias offline e tem Ana Maria Braga como principal representante e seis mães blogueiras muito presentes na vida dos filhos, como cuidadoras.  Uma das blogueiras é a jornalista Samantha Shiraishi do blog A Vida QuerHoje por exemplo, ela conta de um bonsai de laranjas que ganhou da Del Valle, marca da ação, e que tuita uma mensagem quando bem cuidada.  A árvore ficará um mês na casa de cada blogueira e comunicará suas condições com quem segue a @delvallemais no twitter.

Outra ação bacana com mães blogueiras também, é da marca Lifebuoy no Facebook.


Essa ação traz quatro mães: uma delas dona de casa, outra pedadoga e duas jornalistas (uma delas é Relações Públicas também). A ação consiste em mostrar nos blogs dessas mães os cuidados que elas tem com seus filhos. A ação se chama Compromisso Lifebuoy e tem o objetivo de diminuir as infecções e doenças por má higiene das mãos.

Os posts podem ser lidos diretos na fan page do Compromisso Lifebuoy, basta clicar em cada bottom da mãe blogueira. Os assuntos variam desde super proteção, passam por noites sem dormir até tombos, problemas com o leite.

O que isso nos mostra? Não é preciso e nem desejável fazer uma comunicação que só fale de sua marca. Ela pode e deve estar presente nas ações, assim como no dia a dia do consumidor. Afinal, é ele que escolhe que marca entrará dentro de sua casa e fará parte da rotina da sua família. Quem melhor cuida das marcas que a família consome senão as mães?

Criar promoções, dar brindes esperando um post, podem até resultar em dados satisfatórios para a marca, mas a experiência do consumidor com marcas que respeitam e interessam-se pelo cotidiano e causas que estão inseridas na vida desse consumidor é realmente diferenciada.

Isso só é possível quando o planejamento olha além de resultados imediatos ao criar uma ação com blogueiros. ele encontra mais um canal de comunicação e proximidade com seu consumidor.

Anúncios

Perfil ou Fan page?

A Samantha Shiraishi começou uma discussão legal no Facebook: “serei a única pessoa que prefere curtir marcas e não ser amiga delas no Facebook?” Mais de 200 pessoas já votaram e está ganhando com 116 votos a opção: “no caso de marcas , prefiro fan pages a perfis pessoais”.

Tudo começa em um equívoco quando a marca, loja ou produto faz uma página no Facebook sem ler. As regras são claras: marcas, empresas devem fazer um perfil comercial, uma página. Simplesmente porque marcas não possuem amigos, possuem adoradores, simpatizantes, seguidores mesmo no caso em que o consumidor é um advogado da marca.

No caso da Chilli, nossa Fan page é que promove a interação com nossos seguidores e pessoas que curtem a agência comentam ou clicam no botão curtir a cada atualização nossa. Optamos também por integrar nosso twitter na Fan Page e toda publicação que fazemos na Fan Page vai para nosso microblog.

Uma dica, para criar a Fan Page é preciso ter um perfil pessoal e ainda não há limites de quantas páginas um perfil pode administrar. Portanto, agora você já sabe, marca/produto ou loja tem seguidores, não amigos.