Você está fazendo social media errado


Empresas têm cometido erro na social media quando:

  • Não quer estar nas redes sociais  – Sua marca já está nas redes, agora mesmo tem algum consumidor mencionando bem ou mal sua marca.
  • Não contrata um profissional – sobrinho que sabe “mexer” e usa muito as redes não entende de estratégia, objetivos e resultados.
  • Usa perfil e não página no Facebook– As regras são claras: empresa, loja, marca devem ter páginas.
  • VOCÊ GRITA – pela etiqueta da internet, escrever em maiúscula você está gritando e sendo inconveniente no local. Preste bem antenção.
  • Não é uma esseção – é claro que o correto é exceção. Que tal prestar atenção no português? Seus leitores agradecem.
  • Viu, você precisa de um site?– invade o twitter ou o mural das pessoas, sem pedir permissão. Não faz pesquisa se o produto é adequado para o destinatário da mensagem. E pior, fala com ele quando ele não quer que sua marca fale.
  • Eu sou o melhorrrrr do melhorrr do mundo – publica conteúdo só sobre sua marca e empresa. Cadê o diálogo com seu consumidor?
  • Quero números, números número sem engajamento, interação, são só números. As vezes, 1% para o seu segmento é o ideal.
  •  Vai vender quanto? – social media não é pastel, são conversações. Você mostra sua empresa, o produto e através do diálogo vai fazendo com que as pessoas conheçam sua empresa e os produtos. A venda é conseqüência.
  • Eu sempre fiz assim e deu certo – cadê a análise de concorrência, a saída de trás da mesa para ver o que os clientes querem e compram?
  • Moço, quanto custa? Moço? – quando não responde a menor pergunta do seu consumidor.
  • Falaram o que? – não sabe o que e como sua marca é falada nas redes sociais. Monitoramento é estratégico.

  • Abafa, abafa! – Depois de descobrir o que falam, quer que o consumidor apague ou delete o que falou da sua marca.
  • Ahh, deixa que o meu sobrinho faz– não se preocupa com o visual, com a qualidade do material de comunicação. 

     

Anúncios

Chilli Mercado360: Renovando-se como a própria Raiz


O Instituto Raiz é destinado à formação de psicoterapeutas e terapeutas corporais, além de oferecer serviços de psicoterapia clínica e psicoterapia pedagógica.

Consciente da importância que a busca por constantes mudanças e renovações faz parte das pessoas e negócios nesta nova era, o Instituto Raiz tem procurado meios de divulgar seu trabalho acompanhando os novos caminhos da comunicação e, há quase um ano, tem presença nas redes sociais através de twitter, fan page e grupo de discussão no Facebook. Assim, surgiu a necessidade de renovar e remodelar a sua comunicação digital, começando pelo site.

Segundo Susana Zaniolo Scotton, psicóloga à frente do Instituto Raiz (na foto com o orgonoterapeuta Homero Prado Lacreta Jr), a comunicação digital é imprescindível para o seu trabalho. “Para o meu negócio neste momento, necessito de divulgação focada para Araraquara e região. Especialmente contatos com instituições ligadas à psicologia e direto com os Psicólogos que saem da Faculdade e precisam de amparo para aquecer a profissão, e buscamos profissionais que precisam ativar sua atividade profissional… e a comunicação digital permite que tenhamos alcance e maior visibilidade.” – afirma a psicóloga.

A escolha por nossos serviços foi por meio da consultoria da nossa planner Marcia Ceschini e por apresentarmos uma proposta moderna e antenada à navegabilidade e conceitos, com liberdade total para que o cliente atualize e gerencie seu conteúdo (site auto administrável), trazendo praticidade e rapidez para atualizar suas informações e o calendário de cursos e eventos.

O novo site entra no ar nesta segunda quinzena de novembro. Desejamos que novas raízes se finquem à árvore do Instituto Raiz!