Buzz a qualquer preço?

Já falamos aqui sobre buzz marketing, a arte de gerar burburinhos sobre determinados assuntos em grandes proporções. Existem empresas que gostam de trabalhar o mau buzz apenas para ter uma quantidade grande de menções, sem se preocupar com o arranhão na imagem institucional.

Coincidentemente ou não, duas ações #fail nesses últimos dias chamaram a atenção de quem trabalha com social media. A primeira foi uma tentativa de emboscada da Seekrs, ferramenta de gerenciamento de social media, com o Manifesto Social Media. O tal manifesto teria sido criado por uma analista de social media, Bianca, e queria criar movimentação para melhores condições de trabalho, mas na verdade era uma tentativa de criar buzz para o lançamento de novas soluções em sua ferramenta. Nos grupos Entusiastas da Social Media, o primeiro a levantar a lebre de ação mal planejada e Social Media Interior, no Facebook, os profissionais criticaram muito.

O segundo #fail que dizem ter sido intencional foi da Lavanderia Ecolave do Rio Grande do Sul. Conforme podem acompanhar no link, eles se desentenderam com a cliente e a ofenderam de várias maneiras. Tinham uma página no Facebook e acabaram trocando o avatar e nome várias vezes, pois as pessoas começaram a deixar comentários irônicos e malcriados.

Nós, como agência de comunicação 360, jamais indicaríamos uma ação que gerasse intencionalmente ou não, um buzz negativo para o cliente. Sabemos que no gerenciamento de marca, todas as ações e comunicações de marca são partes integrantes do branding. E com branding não se brinca.

E no caso de um buzz negativo sem intenção? Ai é caso para gerenciamento de crise, assunto para um próximo post.

6 comentários

  1. Gustavo Ferreira (@guferreira) · outubro 18, 2011

    Legal! Muito bem observado: a imagem sempre vai sofrer arranhões nesses casos!

    • Chilli Comunicação · outubro 18, 2011

      Olá, Gustavo

      Sempre é a imagem a sacrificada nessas ações.
      Obrigada por comentar.
      Abraços

  2. Dai · outubro 18, 2011

    O caso da Ecolave é tão absurdo que eu nem levo tanto em consideração porque a gente sabe que aquilo não foi feito por um profissional de SM (torcemos). Agora, eu fiquei indignada com o caso do Manifesto. Usar aquela mão emblemática de causas trabalhistas, usar o nome “manifesto” que também é carregado de ideologia por algo fake é o fim da picada. Detestei a vozinha e clima de “vitíma de crime no Fantástico”, pra mim aquele discurso é de profissional que não sabe se impor e quer cobrar retornos sem ter mostrado serviço. Como bem disse a Fernanda Silvestre, é profissional de SM “mimimi”. E eu, enquanto puder, não vou usar a Seekers pq achei uma abordagem até desonesta.

    #fail até o osso

    • Chilli Comunicação · outubro 25, 2011

      Olá Day,

      Realmente casos emblemáticos. Isso só mostra a necessidade de um bom planejamento e adequação do projeto. O #fail é algo que não deve acontecer, intencional ainda, nem pensar.
      Obrigada por comentar.
      Abraços

  3. Felipe Mendes · outubro 19, 2011

    Olá, amigos!

    Minha opinião é a seguinte: vale buzz a qualquer preço? Depende. Se o objetivo da marca for apenas gerar buzz, awareness, vale. É a velha história do “falem bem ou falem mal, mas falem de mim”.

    Agora, se a marca deseja gerar buzz, MAS também agregar valores importantes a ela, é preciso tomar mais cuidado e não cair na tentação do buzz a qualquer preço.

    Sobre a ação da Seekr, achei legal. Qdo vi o vídeo pela 1ª vez percebi que tinha alguma marca por trás e fiquei na expectativa de descobrir qual era. Acho que foi uma boa sacada, que, com certeza, gerou bastante buzz e, ma minha opinião pelo menos, foi positivo.

    Abs.

    • Chilli Comunicação · outubro 25, 2011

      Olá Felipe,

      Obrigada por comentar e mostrar seu ponto de vista. Respeitamos.
      A decisão é de cada planner em conjunto com o cliente. Nós aqui não recomendamos e evitamos fazer.
      Abraços

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s