Advergame como estratégia de marketing digital

Já ouviu falar em advergame? Se já, bacana…. se não, discordamos. Apostamos que sim. Quem nunca ouviu ou viu os famosos FarmVille do Facebook ou o Colheita Feliz do Orkut? Para citar os mais conhecidos.

Temos “n” exemplos: Mafia Wars, it Girl, esses também do Facebook.  E por falar nele, uma das redes sociais com mais games atualmente, mais de 200 milhões de usuários jogam os social games. Aposto que todo  dia (você que tem perfil na rede social) já recebeu dezenas de convites dos amigos para um dos 19 jogos que eles oferecem. Sem contar os novos que surgem a cada dia.

Advergame vem da junção das palavras: AD (adversting = propaganda) e Game (jogos) . As marcas, sabiamente, tem se “apoderado” dessa mania nas redes e feito um trabalho de criar jogos com sua marca ou produto, ou inserir a marca no jogo, como a moeda verde na Colheita Feliz (ação da Kraft Food para o Bis Limão), fazendo com que  o usuário chame seus amigos para jogar, permitindo grande interação com a marca.

A grande proposta do Advergame é gerar experiência ao consumidor através de entretenimento na página da marca/produto ou em redes sociais que tenham a ver com seu público alvo. Por isso, para que o advergame tenha resultado satisfatório, como toda boa ação de marketing digital, deve ser discutido exaustivamente no planejamento. Em que se considera target, idade, resposta aos estímulos do jogo, buzz marketing e publicidade (informações espontâneas e grátis) entre outros  itens.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s