Pratique o ouvir

Temos visto nas redes sociais as marcas e empresas virem com sede total de aparecer, de mostrar seus produtos e serviços. Mas será que é isso que seu cliente quer?

Não há por boa parte das empresas um bom planejamento de conteúdo. O seeding é parte importante do trabalho nas redes sociais. Eu diria que é o trabalho inicial. A empresa surge nas redes com bom conteúdo e pratica inicialmente o diálogo. Ela ouve e conversa com seu clinte.

Se a estratégia da marca/produto for simplesmente aparecer, fazer promoção vira propaganda digital. As redes, as mídias sociais estão ali primeiramente para que se crie relacionamento através de conversações. Promoção não fideliza, promoção deve ser algo que gratifique o seu seguidor ou curtidor da página no Facebook.

Um fato importante para que toda marca/produto/serviço saiba é que nessa época em que o prosumer detém o poder de como sua marca é vista e falada nas redes, nada mais inteligente do que engajá-lo de verdade.  Não há como tentar maquiar uma ação ou resultado se sua comunicação não for eficiente a ponto de provocar adesão do seu consumidor.

Hoje em dia a marca faz diálogos e não comunicação de massa. Pense nisso!

5 comentários

  1. Prof. Jessica Sombra · maio 10, 2011

    Hoje, é bastante difícil encontrar um “ouvinte ativo” – aquele que, de fato sabe ouvir o cliente e utiliza conectivos para que o diálogo flua. Inclusive, futuramente, será uma das notas de coaching no meu blog. Ademais, é necessário estar atento para o fato de que o cerébro masculino funciona diferente do cérebro feminino e, até nesse detalhe, é preciso conhecer as ferramentas que possibilitam uma conversa de qualidade. Parabéns pelo post e, força sempre!

    • Chilli Comunicação · maio 10, 2011

      Olá Jessica,

      Obrigada pelo comentário que veio a somar no nosso ponto de vista.
      E trabalho de coach se faz muito importante hoje em dia.
      Abraços

  2. Pingback: Pratique o ouvir « Chilli Comunicação | Midia Social
  3. @robsonrp · maio 10, 2011

    Ser ouvido é muito complicado, as vezes é falado aquilo que o interlocutor não está preparado para receber e RESPONDER.

    Existe ainda uma falta de preparo ou de autorização para quem está a frente de perfís coporativos trabalharem corretamente nas redes.

    • Chilli Comunicação · maio 12, 2011

      Olá Robson,

      Mas nas redes sociais temos que ouvir tudo o que é dito, mesmo o que não queremos. Não tem como controlar.
      O melhor a fazer é monitorar e responder quase que em tempo real. Isso é gerenciamento de crise digital.
      E sim, colocou bem. Existe despreparo e falta de interesse por falta das empresas em comunicação digital.
      Obrigada por comentar.
      Abraços

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s